Pular para o conteúdo principal

Ricardo Ernesto brilha e Santa Cruz fica no empate sem gols com Botafogo/PB

O TIME - Passando toda pré-temporada sem maiores problemas de ordem médica no elenco, o Santa Cruz entrou em campo para a estreia na Copa do Nordeste com um desfalque e tanto. Após sentir a coxa no último treino realizado em Recife, o atacante Pipico teve lesão detectada e foi vetado pela comissão técnica. Para o seu lugar, o técnico Leston Júnior acionou Neto Costa, que se aproxima às características de um camisa 9. O restante da equipe foi repetido, em relação ao que vinha trabalhando: Ricardo Ernesto; Marcos Martins, Vitão, Danny Morais e Bruno Ré; Charles, Diego Lorenzi, Hericles; Augusto, Elias e Neto Costa.
O JOGO - A partida começou bastante movimentada, com o Treze tomando a iniciativa e permanecendo mediante uma maior posse de bola. O Santa Cruz apostou em linhas de marcação baixas, explorando a velocidade dos jogadores pelos lados do campo: Elias, pelo lado esquerdo, e Augusto, que foi posicionado pela direita.
O primeiro tempo foi de poucas chances criadas pelas equipes, que promoveram uma disputa muita intensa pela posse de bola no meio de campo. Jogando em casa, o Botafogo tomou mais iniciativa, mas esbarrava na organização defensiva do Mais Querido, que por sua vez apostava na velocidade dos atacantes pelos lados do campo. 
A melhor chance da primeira etapa aconteceu por volta dos 32 minutos, quando Hericles descolou lançamento para Elias. O jovem atacante tricolor, percebendo a aproximação da marcação, tentou a finalização de perna esquerda, mas mesmo com o desvio em Roniery, o goleiro Saulo realizou a defesa com tranquilidade. 
O começo do segundo tempo foi de superioridade do Santa Cruz, que criou ao menos duas chances nos primeiros 15 minutos. Uma com Augusto, que recebeu cruzamento de Marcos Martins mas não conseguiu realizar um cabeceio de maneira equilibrada. Outra, em dois tempos: primeiro, Hericles não finalizou após passe de Augusto. No rebote, Elias tentou uma bicicleta, mas não conseguiu o chute.
Na volta do intervalo, as constantes mudanças fizeram com que a partida ficasse menos dinâmica. Já no início do segundo tempo, Augusto saiu para a entrada de Jô, um dos recém-contratados pela diretoria. No final das contas, os únicos que disputaram os 90 minutos foram o goleiro Ricardo Ernesto, o zagueiro Danny Morais e o volante Diego Lorenzi. 
Sem mais agredir o adversário, a equipe coral viu o jogo ficar mais igual, com os donos da casa exigindo boas defesas de Ricardo Ernesto. A situação piorou quando o atacante Neto Costa, aos 40 minutos, acabou fazendo falta e levou o segundo cartão amarelo, sendo expulso pelo árbitro. Os minutos finais foram de pressão paraibana, que apostou em chutes de fora da área, mas esbarrou no arqueiro tricolor.
MODIFICAÇÕES - A primeira mudança aconteceu aos 20 minutos do segundo tempo, quando Hericles reclamou de dores na região do joelho, sendo substituído por Luiz Felipe. Faltando pouco mais de dez minutos para o fim da partida, Cesinha entrou no lado direito de ataque, na vaga de Augusto. Logo após a expulsão de Neto Costa, Elias saiu reclamando de desgaste, dando lugar ao volante Eduardo.
do site Coral Net
Foto: Santa Cruz/divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com maior público do ano na Arena, Náutico faz decisão contra Afogados pelo Estadual

Superesportes
Decisão. Com a temporada ainda em março, essa já é a palavra mais repetida pelo Náutico em 2018. E neste domingo, os alvirrubros terão mais uma pela frente. Dessa vez, porém, no papel de favorito. Após vencer o milionário Bahia pela Copa do Nordeste, mantendo as esperanças na Copa do Nordeste, e o perigoso Cuiabá, na Arena Pantanal, avançando a quarta fase da Copa do Brasil, o Timbu recebe o Afogados, às 16h, em uma Arena de Pernambuco que receberá o maior público do clube no ano.
Torcida que não quer ver, e nem imagina, que a lua de mel com o time se quebre com uma eliminação precoce frente um clube intermediário. Afinal, além de ter se classificado em primeiro lugar na primeira fase do Estadual, o Náutico vem se mostrando competitivo sempre que foi testado sob pressão até aqui. 
Além disso, se o Campeonato Pernambucano não traz uma boa cota de premiação, pagando R$ 1 milhão ao Náutico sem bônus extra em caso de título (ao contrário da Copa do Brasil, por exemplo, onde o t…

Melhores momentos de Náutico 1 x 0 Bahia - Copa do Nordeste 10/03/2018

Ricardinho, do Guarani, fica de dar resposta ao Sport na terça-feira

do Futebol Interior 
A partida desta segunda-feira, contra o Coritiba, às 18 horas, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, na abertura da 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, pode ser a última de Ricardinho pelo Guarani. Com proposta do Sport em mãos, o volante vai definir seu futuro na terça-feira.
A diretoria rubronegra encaminhou uma proposta ao empresário de Ricardinho, Cândido Neto, na última sexta-feira e aguardava uma resposta ainda neste final de semana. O volante, porém, adiou sua decisão e se colocou à disposição do técnico Umberto Louzer para o jogo desta segunda-feira, diante do Coxa. Ele já está confirmado entre os titulares.
O Guarani não tem interesse em liberar Ricardinho, cujo vínculo vai até o fim do ano, se não receber a multa rescisória - cerca de R$ 1 milhão -, mas o jogador teria ficado balançado com a proposta do Sport, que é mais vantajosa financeiramente.

O relacionamento entre os dois clubes é bom. Na semana passada, o Sport liberou o lateral-direito F…