Pular para o conteúdo principal

Minutos finais são decisivos para o Náutico na Série C



A Copa do Mundo 2018 bateu o recorde de gols marcados nos acréscimos na história dos mundiais. Foram 22 em 64 jogos, alterando o resultado de 12 partidas, entre encontros da primeira fase e das oitavas de final. Uma moda que o Náutico trouxe para o nível nacional e repetiu nas duas partidas passadas pelo Grupo A da Série C. Diante de Juazeirense e Globo/RN, o Timbu testou o coração dos torcedores. Só marcou os tentos decisivos nos minutos finais. Contra os baianos, o gol da vitória saiu aos 50 minutos. Perante os potiguares, o empate foi alcançado aos 47. Para quem luta por uma vaga nas quartas de final da competição, é crucial levar ao pé da letra o ditado de que “o jogo só acaba quando o juiz apita”.

Caso o Náutico não tivesse feito os gols nos momentos finais, sua situação na tabela de classificação seria um pouco diferente. O clube ainda estaria na vice-liderança, mas no lugar dos 27 pontos atuais, o Timbu estaria com 24. Mesma pontuação de Santa Cruz (3º) e Botafogo/PB (4º). A vantagem dos alvirrubros seria no número de vitórias (7x6).

Em outras oportunidades, o Náutico também marcou gols nos minutos finais, mas os jogos estavam praticamente decididos. Na sétima rodada, contra o Globo/RN, a equipe vencia por 1x0 quando Jhonnatan, aos 46, marcou o segundo gol e fechou a conta. Na nona, Wallace balançou as redes aos 42, fazendo 3x1 diante do Remo. Os paraenses descontaram no fim e o placar terminou 3x2. Contra o Botafogo/PB, na 11ª, Walber marcou contra aos 41 e o Timbu venceu os paraibanos por 2x0.

Para garantir antecipadamente uma vaga nas quartas de final da Série C, o Náutico precisa apenas de um empate contra o ABC, sábado, na Arena de Pernambuco. O Timbu tem 27 pontos, enquanto o alvinegro potiguar está com 21. Caso seja derrotado, os pernambucanos precisarão torcer contra Santa Cruz ou Botafogo/PB. O Tricolor visita a Juazeirense, domingo, no Adauto Moraes, enquanto o Belo encara o duelo local perante o Globo, no mesmo dia, no Barretão.

Folha PE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com maior público do ano na Arena, Náutico faz decisão contra Afogados pelo Estadual

Superesportes
Decisão. Com a temporada ainda em março, essa já é a palavra mais repetida pelo Náutico em 2018. E neste domingo, os alvirrubros terão mais uma pela frente. Dessa vez, porém, no papel de favorito. Após vencer o milionário Bahia pela Copa do Nordeste, mantendo as esperanças na Copa do Nordeste, e o perigoso Cuiabá, na Arena Pantanal, avançando a quarta fase da Copa do Brasil, o Timbu recebe o Afogados, às 16h, em uma Arena de Pernambuco que receberá o maior público do clube no ano.
Torcida que não quer ver, e nem imagina, que a lua de mel com o time se quebre com uma eliminação precoce frente um clube intermediário. Afinal, além de ter se classificado em primeiro lugar na primeira fase do Estadual, o Náutico vem se mostrando competitivo sempre que foi testado sob pressão até aqui. 
Além disso, se o Campeonato Pernambucano não traz uma boa cota de premiação, pagando R$ 1 milhão ao Náutico sem bônus extra em caso de título (ao contrário da Copa do Brasil, por exemplo, onde o t…

Melhores momentos de Náutico 1 x 0 Bahia - Copa do Nordeste 10/03/2018

Ricardinho, do Guarani, fica de dar resposta ao Sport na terça-feira

do Futebol Interior 
A partida desta segunda-feira, contra o Coritiba, às 18 horas, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, na abertura da 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, pode ser a última de Ricardinho pelo Guarani. Com proposta do Sport em mãos, o volante vai definir seu futuro na terça-feira.
A diretoria rubronegra encaminhou uma proposta ao empresário de Ricardinho, Cândido Neto, na última sexta-feira e aguardava uma resposta ainda neste final de semana. O volante, porém, adiou sua decisão e se colocou à disposição do técnico Umberto Louzer para o jogo desta segunda-feira, diante do Coxa. Ele já está confirmado entre os titulares.
O Guarani não tem interesse em liberar Ricardinho, cujo vínculo vai até o fim do ano, se não receber a multa rescisória - cerca de R$ 1 milhão -, mas o jogador teria ficado balançado com a proposta do Sport, que é mais vantajosa financeiramente.

O relacionamento entre os dois clubes é bom. Na semana passada, o Sport liberou o lateral-direito F…