Pular para o conteúdo principal

Flamengo vence o Corinthians e se mantém na liderança isolada do Brasileirão


(AE) - O Flamengo não foi brilhante, chegou a irritar sua torcida e por muito pouco não deixou escapar dois pontos em casa. Mas, neste domingo, venceu o Corinthians por 1 a 0 com um gol de Felipe Vizeu, manteve-se na liderança isolada do Brasileirão, agora com 20 pontos, e afastou o atual campeão nacional da parte de cima da tabela. Foi a terceira derrota do time paulista em quatro jogos sob o comando de Osmar Loss.

O ambiente para o jogo era promissor. Os dois times de maior torcida do País, enfrentando-se no estádio mais icônico do Brasil para um público de quase 50 mil pessoas, e brigando pelas primeiras posições do campeonato. Tudo isso não foi suficiente para se refletir em bom futebol, mas bastou para o Flamengo vencer com um gol de Felipe Vizeu e se manter soberano no Brasileirão.

Contra o líder do campeonato, o Corinthians de Osmar Loss foi um time cauteloso. Nos primeiros 20 minutos de jogo, o time paulista se preocupou mais em se proteger, rodando a bola na defesa, buscando raros contragolpes e avançando sempre pelos lados do campo. No meio, Rodriguinho estava sumido entre os defensores, enquanto Jadson era quem tentava flutuar pelos poucos espaços deixados pela defesa rubro-negra. Sem ter com quem trocar passes na frente - Pedrinho e Mateus Vital não apareciam para o jogo -, o camisa 10 corintiano se limitava a trocar passes sem objetividade alguma.

O Flamengo, por sua vez, não era muito melhor. É verdade que tinha em seu tripé de meias ofensivos um futebol mais alegre, mas em vez de ser um time vertical, era diagonal: as bolas que saíam dos pés de Diego ou de Everton Ribeiro ora iam para a extrema esquerda, para Vinícius Júnior, ora para a extrema direita, para Rodinei. 

Chutes a gol quase inexistiam. E no melhor deles, quando a bola finalmente apareceu livre no meio da área, o centroavante Henrique Dourado - vaiado quando teve seu nome anunciado antes da partida, e quando deixou o campo no segundo tempo - isolou. 

A etapa final foi de mais entrega dos jogadores e de futebol mais brigado no meio campo, mas, assim como nos primeiros 45 minutos de jogo, de poucas chances de gols. Os dois principais armadores em campo, Diego e Rodriguinho, destacaram-se mais pelos desarmes do que pela criação de jogadas ofensivas. Vinícius Junior e Rodinei desistiram de correr até os extremos do campo, enquanto Roger - que entrara na vaga do lesionado Jadson ainda no primeiro tempo - quase nunca era acionado.

A partida se encaminhava para um insosso empate sem gols quando um herói improvável decidiu o jogo. Aos 35, Lucas Paquetá chutou de fora da área, Walter espalmou e Felipe Vizeu, que acabara de entrar, aproveitou o rebote. Era o gol da liderança e da terceira derrota de Osmar Loss em quatro jogos à frente do Corinthians.

O resultado fez os corintianos estacionarem nos 14 pontos na classificação do Brasileirão, no qual voltará a jogar na quarta-feira no clássico contra o Santos, às 21 horas, em sua arena. Já os flamenguistas terão pela frente, no dia seguinte, o Fluminense, às 20 horas, no Mané Garrincha, em Brasília.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com maior público do ano na Arena, Náutico faz decisão contra Afogados pelo Estadual

Superesportes
Decisão. Com a temporada ainda em março, essa já é a palavra mais repetida pelo Náutico em 2018. E neste domingo, os alvirrubros terão mais uma pela frente. Dessa vez, porém, no papel de favorito. Após vencer o milionário Bahia pela Copa do Nordeste, mantendo as esperanças na Copa do Nordeste, e o perigoso Cuiabá, na Arena Pantanal, avançando a quarta fase da Copa do Brasil, o Timbu recebe o Afogados, às 16h, em uma Arena de Pernambuco que receberá o maior público do clube no ano.
Torcida que não quer ver, e nem imagina, que a lua de mel com o time se quebre com uma eliminação precoce frente um clube intermediário. Afinal, além de ter se classificado em primeiro lugar na primeira fase do Estadual, o Náutico vem se mostrando competitivo sempre que foi testado sob pressão até aqui. 
Além disso, se o Campeonato Pernambucano não traz uma boa cota de premiação, pagando R$ 1 milhão ao Náutico sem bônus extra em caso de título (ao contrário da Copa do Brasil, por exemplo, onde o t…

Melhores momentos de Náutico 1 x 0 Bahia - Copa do Nordeste 10/03/2018

Ricardinho, do Guarani, fica de dar resposta ao Sport na terça-feira

do Futebol Interior 
A partida desta segunda-feira, contra o Coritiba, às 18 horas, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, na abertura da 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, pode ser a última de Ricardinho pelo Guarani. Com proposta do Sport em mãos, o volante vai definir seu futuro na terça-feira.
A diretoria rubronegra encaminhou uma proposta ao empresário de Ricardinho, Cândido Neto, na última sexta-feira e aguardava uma resposta ainda neste final de semana. O volante, porém, adiou sua decisão e se colocou à disposição do técnico Umberto Louzer para o jogo desta segunda-feira, diante do Coxa. Ele já está confirmado entre os titulares.
O Guarani não tem interesse em liberar Ricardinho, cujo vínculo vai até o fim do ano, se não receber a multa rescisória - cerca de R$ 1 milhão -, mas o jogador teria ficado balançado com a proposta do Sport, que é mais vantajosa financeiramente.

O relacionamento entre os dois clubes é bom. Na semana passada, o Sport liberou o lateral-direito F…