Pular para o conteúdo principal

Santa faz clássico nordestino contra o Ceará


Folha PE

Nova parada dura no Campeonato Brasileiro da Série B. Depois do empate com o Londrina por 1x1, no estádio do Café, na rodada passada, um clássico nordestino no caminho do Santa Cruz. Sem perder há três jogos, os pernambucanos - 16º lugar, com 28 pontos - miram a segunda vitória seguida em casa, mas têm pela frente o Ceará. O adversário está na porta do G4, na 5ª colocação, e soma 41 pontos. O duelo acontece nesta terça (26), às 19h15, no estádio do Arruda, pela 26ª rodada.

Desde a chegada do técnico Marcelo Martelotte - no dia 28 de agosto -, os tricolores estão invictos, acumulando dois empates, ambos fora de casa, e uma vitória como mandante. Recuperando-se aos poucos na tabela de classificação e em ascensão, o time coral saiu da zona de rebaixamento há duas rodadas e não quer perder o embalo para se afastar da degola de uma vez por todas. Continuar evoluindo é o desejo dos corais.

“Estamos passando por um processo de afirmação. Vamos encarar a partida com muita responsabilidade e comprometimento. Há três rodadas estávamos numa situação pior. É claro que a pontuação ainda incomoda, mas conseguimos equilibrar as coisas”, declarou o treinador.

Em relação ao último jogo, são duas novidades na escalação. O volante Derley, recuperado da lesão no tornozelo esquerdo, e o meia João Paulo, que cumpriu suspensão automática na rodada anterior, retornaram à titularidade no último treino, ontem, antes do duelo. João Ananias e Bruno Paulo perderam as vagas, respectivamente. Com isso, a provável formação é: Júlio César; Nininho, Anderson Salles, Sandro e Tiago Costa; Wellington Cézar, Derley e Thiago Primão; André Luís, Grafite e João Paulo.

“A tendência é que o time seja o que treinou. Coloquei João Paulo e Derley para tentar manter o rendimento. Wellington Cézar deu conta do recado nos dois jogos que entrou e avaliei positivamente pelas suas características”, adiantou o comandante na coletiva de imprensa às vésperas do confronto.

Como teve apenas dois dias para trabalhar, Martelotte preferiu fazer atividades mais leves, dando ênfase na bola parada e no posicionamento, e priorizou o descanso dos jogadores, que ainda estão desgastados da partida da última sexta-feira, em Londrina. Pela segunda partida seguida entre os titulares, Wellington Cézar quer manter a boa performance. “Não sou muito de chegar ao ataque, mas me cobro bastante. Estou feliz e quero continuar melhorando, porém vou seguir fazendo meu papel, que é defender”, finalizou.

Adversário

Quarto melhor visitante da competição, mas com dois reveses consecutivos fora de casa, os cearenses buscam o segundo triunfo consecutivo para voltar ao grupo dos quatro mais bem colocados. Sem saber o que é ser derrotado há duas rodadas, a equipe comandada pelo técnico Marcelo Chamusca deve entrar em campo com Éverson; Tiago Cametá, Rafael Pereira, Luiz Otávio e Romário; Raul, Lima e Pedro Ken; Lelê (Ricardinho), Elton e Leandro Carvalho. O zagueiro Rafael Pereira, ex-Náutico, e o meia Lelê, ex-Santa, são velhos conhecidos do futebol pernambucano que agora defendem o alvinegro.

Ficha técnica 

Santa Cruz 
Júlio César; Nininho, Anderson Salles, Sandro e Tiago Costa; Wellington Cézar, Derley e Thiago Primão; André Luís, Grafite e João Paulo. Técnico: Marcelo Martelotte.

Ceará
Éverson; Tiago Cametá, Rafael Pereira, Luiz Otávio e Romário; Raul, Lima e Pedro Ken; Lelê (Ricardinho), Elton e Leandro Carvalho. Técnico: Marcelo Chamusca.

Local: Estádio do Recife, no Recife.
Horário: 19h15.
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ). Assistentes: João Luiz Coelho de Albuquerque e Carlos Henrique de Lima Filho (ambos do RJ). Transmissão: Premiere, SporTV. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Com maior público do ano na Arena, Náutico faz decisão contra Afogados pelo Estadual

Superesportes
Decisão. Com a temporada ainda em março, essa já é a palavra mais repetida pelo Náutico em 2018. E neste domingo, os alvirrubros terão mais uma pela frente. Dessa vez, porém, no papel de favorito. Após vencer o milionário Bahia pela Copa do Nordeste, mantendo as esperanças na Copa do Nordeste, e o perigoso Cuiabá, na Arena Pantanal, avançando a quarta fase da Copa do Brasil, o Timbu recebe o Afogados, às 16h, em uma Arena de Pernambuco que receberá o maior público do clube no ano.
Torcida que não quer ver, e nem imagina, que a lua de mel com o time se quebre com uma eliminação precoce frente um clube intermediário. Afinal, além de ter se classificado em primeiro lugar na primeira fase do Estadual, o Náutico vem se mostrando competitivo sempre que foi testado sob pressão até aqui. 
Além disso, se o Campeonato Pernambucano não traz uma boa cota de premiação, pagando R$ 1 milhão ao Náutico sem bônus extra em caso de título (ao contrário da Copa do Brasil, por exemplo, onde o t…

Melhores momentos de Náutico 1 x 0 Bahia - Copa do Nordeste 10/03/2018

Ricardinho, do Guarani, fica de dar resposta ao Sport na terça-feira

do Futebol Interior 
A partida desta segunda-feira, contra o Coritiba, às 18 horas, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, na abertura da 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, pode ser a última de Ricardinho pelo Guarani. Com proposta do Sport em mãos, o volante vai definir seu futuro na terça-feira.
A diretoria rubronegra encaminhou uma proposta ao empresário de Ricardinho, Cândido Neto, na última sexta-feira e aguardava uma resposta ainda neste final de semana. O volante, porém, adiou sua decisão e se colocou à disposição do técnico Umberto Louzer para o jogo desta segunda-feira, diante do Coxa. Ele já está confirmado entre os titulares.
O Guarani não tem interesse em liberar Ricardinho, cujo vínculo vai até o fim do ano, se não receber a multa rescisória - cerca de R$ 1 milhão -, mas o jogador teria ficado balançado com a proposta do Sport, que é mais vantajosa financeiramente.

O relacionamento entre os dois clubes é bom. Na semana passada, o Sport liberou o lateral-direito F…