O mundo da bola gira e repousa durante da Copa


Veja o que já aconteceu nos bastidores até o momento:

Keisuke Honda (Japão) - Jogador aposentou-se após a eliminação inenarrável contra a Bélgica, de virada, após dois gols de vantagem no segundo tempo;

Adam Nawalka (Polônia) - Técnico deixou a seleção de seu país após a fraca participação e eliminação na primeira fase;

Ricardo Gareca (Peru) - O argentino foi embora pra casa cedo, mas mantém futuro em aberto no cargo da seleção de Paolo Guerrero. O técnico vem sendo sondado pela Argentina, ou melhor, pelos argentinos;

Rafa Marques (México) - Depois de cinco Copas, o zagueiro de 39 anos deu adeus ao futebol. Em sua despedida, disse que não atuará nem pelo país, nem por algum clube (vamos ver se vai aguentar);

Nikolai Jorgensen (Dinamarca) - Atacante sofreu ameaça de morte após perder pênalti contra a Croácia e eliminar a sua seleção. Que contraditório: a Dinamarca é um país “pacato” e educado;

Iniesta (Espanha) – Veterano deu adeus à Seleção Espanhola após a eliminação contra a Rússia. Aposentadoria chega aos 34 anos e uma Copa na bagagem: a de 2010, onde marcou o gol do título;

Joachim Löw (Alemanha) – Treinador permanece no comando do time germânico mesmo após a “improvável” desclassificação contra a Coréia do Sul na primeira fase;

Cristiano Ronaldo (Portugal) – Segundo a imprensa espanhola e portuguesa o jogador está de malas prontas para a Juventus da Itália, inclusive o jornal português “O Jogo” deu manchete sobre na noite de hoje;

Canarinho Pistola – Não sabemos até onde vai.

Comentários

Postagens mais visitadas