Central vence o Sport e está na final do Pernambucano pela primeira vez

(Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife)

O Central fez história. Em jogo único no Estádio Lacerdão, a Patativa do Agreste emocionou sua torcida. Em 99 anos de história, nunca tinha ido a uma final de Campeonato Pernambucano. O longo tabu se encerrou nesta quarta-feira, e diante do Sport, único representante do Estado na Série A e dono da maior receita entre todos os clubes do Estado. O placar magro construído no gol de Leandro Costa foi o suficiente para o time mais poderoso cair por terra. Os alvinegros escreveram a página mais bonita do livro do clube quase centenário.

O Sport começou o jogo melhor, mas, pouco a pouco, o Central foi se soltando e equilibrou a partida. Apesar da vontade das equipes, as chances de gols se resumiram a bolas paradas ou jogadas aéreas. A Patativa adotou um estilo de jogo com mais marcação, investindo nos contra-ataques. Já os rubro-negros tentaram, a todo custo, achar espaço na defesa alvinegra. Mas não conseguiram e o primeiro tempo terminou empatado.

Na segunda etapa, foi o Central que soube jogar a partida. Com a proposta defensiva, mostrou maturidade e não deu brechas para o Sport, que via o tempo passar e mostrava nervosismo. Tudo piorou para os rubro-negros quando a Patativa abriu o placar com Leandro Costa. Aí foi que o jogo ficou do jeito que o Alvinegro queria. Demonstrando maturidade, fechou o cadeado e o Sport não mostrou futebol suficiente para empatar. Central na final. Histórico.

O Central agora joga a inédita final do Campeonato Pernambucano contra o vencedor de Náutico e Salgueiro, no dia 1º de abril. Já o Sport vai disputar o terceiro lugar, no dia 2 de abril.

do Globo Esporte

Comentários

Postagens mais visitadas