quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Sport perde feio na Ilha do Retiro e se complica na Sul-Americana

Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Gazeta Esportiva

A torcida do Leão compareceu em bom número para apoiar o time nesta quarta-feira, noite do duelo de ida pelas quartas de final da Copa Suil-Americana, contra o Júnior Barranquilha. Mas, o Sport Recife decepciou e acabou completamente dominado pelos colombianos em plena Ilha do Retiro, em Pernambuco. No fim, a derrota por 2 a 0 ficou barata. Agora, o rubro-negro depende de um milagre no próximo dia 2, no estádio Metropolitano, em Barranquila, na Colômbia. Só uma vitória por três gols de diferença dará a classificação aos brasileiros à semifinal da competição internacional. Do outro lado da chave, Flamengo e Fluminense disputam para ver quem será o adversário, muito provavelmente, do Junior.

A empolgação da Ilha do Retiro com o um jogo decisivo por uma competição internacional era notória. O clima era favorável, mas o Sport não soube aproveitar esse “calor” e acabou fazendo um primeiro tempo decepcionante. O cenário começou a ficar estranho logo aos dois minutos, quando Diego Souza já levou o cartão amarelo.

Pouco depois, González estufou a rede pelo lado de fora e deu um susto nos rubro-negros. A equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo não conseguia se encontrar em campo. Apesar de deter mais a posse de bola, o Leão sequer levou perigo ao gol adversário, enquanto os colombianos, em quase todas as investidas ofensivas, chegavam próximo de abrir o placar.

Para o alívio dos brasileiros, veio o intervalo e a chance de arrumar a casa. O panorama, no entanto, não mudou muito. Luxa resolveu apostar no atacante Lenis na vaga do meio-campista Rodrigo. A atitude até deu um pouco mais de profundidade ao time, mas longe se solucionar os problemas em campo, principalmente a falta de efetividade. O goleiro Sebastián Viera seguia apenas como espectador.

Só aos 15 minutos os donos da casa, enfim, concluíram com perigo a gol. E foi com Lenis, a aposta de Luxemburgo. O atacante recebeu uma bola na entrada da área, quincando, e emendou a bomba. A bola explodiu no travessão, para desespero da Ilha do Retiro.

O castigo não demorou. Dez minutos depois, Mier fez jogada pela esquerda e cruzou rasteiro. Mena se complicou e Yony González completou para o fundo do gol de Magrão.

Daí para frente, o Junior Barranquilla, que já era melhor em campo, reinou absoluto. Sem fazer força, aproveitando a desorganização do Sport, os colombianos tiveram a chance de golear. Prmeiro, Magrão evitou um gol ao ficar cara a cara com Chára. Na sequência, Téo Gutiérrez perdeu um gol sem goleiro, embaixo da trave, de forma inacreditável.

Mesmo assim, ainda deu tempo de Yony González anotar mais um depois de jogada de Murillo em ritmo de treino. Téo Gutiérrez ainda teve tempo de se redimir, mas novamente falhou ao ficar frente a frente com Magrão.

Final de jogo e o Sport acabou tendo de agradecer a derrota por “só” 2 a 0. Inconformada com a postura de sua equipe, a torcida do Sport vaiou, muitos deixaram o estádio antes do apito final, e quem ficou ainda gritou “olé” a cada toque de bola do Junior Barranquilla, ironizando seu próprio time de coração.

FICHA TÉCNICA

SPORT RECIFE 0 X 2 JUNIOR BARRANQUILLA-COL

Local: Estádio Ilha do Retiro, no Recife (PE)
Data: 26 de outubro de 2017, quinta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)
Assistentes: Gustavo Rossi (ARG) e Ezequiel Brailovsky (ARG)
Cartões amarelos: Diego Souza, Juninho, Anselmo (Sport); Jonathan Ávila, Rafael Pérez Germán Gutiérrez, Yony González (Barranquilla)
Público: 21.343 torcedores

GOLS: Júnior Barranquilla: Yony González, aos 25 e 40 minutos do 2T

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Henríquez, Ronaldo Alves e Mena; Anselmo, Patrick, Rodrigo e Diego Souza; Rogério (Juninho) e André
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

JUNIOR BARRANQUILLA-COL: Sebastián Viera; David Murillo, Jonathan Ávila, Rafael Pérez e Germán Gutiérrez; Pico, Cantillo, Yimmi Chará (Barrera), Yony González e Ovelar (Mier); Téo Gutiérrez
Técnico: Julio Comesaña

Nenhum comentário:

Postar um comentário