quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Sem marcar há dois jogos, Santa reforça atenções no setor ofensivo

Se por um lado o setor defensivo ganhou mais consistência desde a chegada de Marcelo Martelotte, a outra parte do time tricolor começa a preocupar. Nos últimos dois jogos, marcados pelo empate com o Ceará e a derrota para o Internacional/RS, o Mais Querido não balançou as redes. 
Com 27 gols marcados em 27 partidas disputadas, o comando de ataque terá de funcionar como nunca para livrar o Santa Cruz do rebaixamento. E o próximo compromisso marca um duelo que exigirá bastante dos homens de frente. Do outro lado, estará a melhor defesa da competição. 
O América Mineiro, quarto colocado com 48 pontos ganhos, sofreu apenas 20 gols ao longo da Série B. A equipe mineira divide o posto com Internacional e Paraná Clube, que inclusive já entraram em campo nesta rodada. Certamente, o desafio será grande para os comandados de Martelotte, que necessitam somar os três pontos. 
Segundo o meia João Paulo, artilheiro da Cobra Coral no campeonato com quatro gols, ao lado de Ricardo Bueno, o trabalho tem sido repetitivo para calibrar a conclusão das jogadas. Os treinamentos dos últimos dois dias, inclusive, aconteceram com foco na parte ofensiva, exigindo movimentação e capricho na hora da finalização. 
"Sabemos que temos de caprichar um pouco mais lá na frente. Na hora certa, certamente os gols vão sair. A cobrança interna existe e sabemos da nossa capacidade para reverter o quadro. Tanto no dia a dia quanto nos jogos, nosso foco tem sido total", garantiu o armador. 
Santa Cruz e América/MG se enfrentam às 19h do próximo sábado(7), no Estádio do Arruda. Apesar de ser um confronto de opostos, a expectativa é de um jogo bastante franco dentro das quatro linhas.
do site Coral Net

Nenhum comentário:

Postar um comentário