quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Iago fora e Sueliton dúvida para jogo contra Goiás

Folha PE

A lista de desfalques do Náutico para o jogo contra o Goiás, sexta (6), no Serra Dourada, pela Série B, pode ficar ainda maior. Além de não contar com o lateral-esquerdo Henrique Ávila, o zagueiro Léo Carioca e o centroavante Rafael Oliveira, o Timbu perdeu mais um atacante por contusão e pode ter outra ausência na lateral direita.

Com dores na coxa direita, Iago foi vetado pelo Departamento Médico e ficará se tratando no Recife. Pela escalação utilizada na última terça (3), o jogador não seria titular diante do Esmeraldino. Na movimentação, o técnico Roberto Fernandes montou o ataque do Náutico com Dico e William. Já Sueliton é dúvida para o jogo devido uma virose, mas foi relacionado. Caso não tenha condições de entrar em campo, Joazi assumirá a vaga.

Lidar com mudanças no Náutico não é algo novo para o treinador. Mesmo utilizando reservas imediatos em cada posição, Roberto frisou que as alterações de peças deixam o time com uma nova postura de jogo.

“Estamos tentando dar uma sequência, mantendo a coerência. No jogo contra o Ceará, nós usamos praticamente a mesma equipe que venceu o Figueirense, com a exceção de quem não podia jogar. Para esse, não teremos Ávila, Léo Carioca e Rafael Oliveira. Quem entra, mesmo que seja substituto imediato, tem sua característica. Muitas vezes o esquema serve para um tipo de jogador, mas muda com a entrada de outro. A ideia é manter mesma configuração, mas não sei se conseguiremos isso”, alertou. 

Na 16ª posição da Série B, com 31 pontos, o Goiás é um adversário direto do Náutico na briga contra o rebaixamento. Por isso, Roberto voltou a ressaltar a necessidade de o Timbu se superar para engatar a segunda vitória seguida na competição, diminuindo a diferença para sair da zona – distância atual é de oito pontos. 

“Não me iludo com a posição do Goiás na tabela. Eles têm bons jogadores como Andrezinho e Tiago Luís. Tenho certeza que se o clube tivesse com Hélio (dos Anjos) antes, ele não estaria nessa posição. Será um confronto direto na casa do adversário e precisamos de superação, fazer um jogo de excelência para sair com um resultado positivo. Somente vencer em casa não é suficiente porque não vencemos nos nove primeiros jogos que tivemos aqui no primeiro turno”, lembrou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário