segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Diretoria do Náutico aumenta premiação para que elenco consiga evitar o rebaixamento


Mesmo com o time a 11 pontos do primeiro fora da zona do rebaixamento, restando apenas dez rodadas para o término na Série B, a diretoria do Náutico segue acreditando na salvação do clube. Tanto que nesta segunda-feira, antes do treinamento, toda a cúpula timbu, inclusive com a presença do presidente Gustavo Ventura, se reuniu com o elenco e prometeu uma premiação extra em caso de permanência. Os valores não foram divulgados, mas, segundo apurou a reportagem do Supereportes junto a uma das pessoas presentes ao encontro, a quantia seria digna de "premiação de acesso".

O presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro Carvalho, também esteve na reunião. A presença da entidade foi uma forma de "endossar" junto aos atletas o valor oferecido. Uma espécie de fiador. "Todo clube faz uma premiação quando começa o campeonato e o Náutico resolveu aumentar esse bicho. A federação se fez presente para garantr aos atletas que o clube tem recurso para isso", explicou o mandatário, ainda confiante na permanência alvirrubra. E em muito mais.

"Acho que o Náutico não cai. O Santa Cruz ainda briga para subir e o Sport vai chegar na Libertadores", afirmou o dirigente. De acordo com o Infobola, site especializado em projeções, o Timbu tem 93,3% de risco de rebaixamento, os tricolores possuem míseros 0,009% de acesso, enquanto o Sport aparece com 2,7% de chance de se classificar para a competição internacional, de acordo com a Universidade Federal de Minas Gerais.

Nesta terça-feira, Evandro viaja para São Paulo, ao lado do atual vice-presidente administrativo e financeiro e futebol mandatário do executivo, Edno Melo, para uma reunião com dirigentes da CBF em busca de novos patrocínios. O vice de futebol e próximo vice do executivo Diógenes Braga também estará presente, assim como os mandatários do Sport, Arnaldo Barros, e do Santa Cruz, Alírio Morais.
 
Entre os jogadores, essa premiação extra foi bem recebida. "Quando tem muita reunião assim é um sinal de que as coisas não estão andando como a gente quer. Eles vieram nos dar apoio e força porque teremos 10 finais pela frente e todo apoio nesse momento é bem vindo. O campeonato entrou agora realmente em sua reta final e nós ainda dependemos só das nossas forças para sair dessa situação", destacou o volante Amaral.

do Superesportes

Nenhum comentário:

Postar um comentário