terça-feira, 26 de setembro de 2017

Sport empata com o Vasco na Ilha do Retiro

(Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife)

Com um jogador a menos praticamente durante toda a partida (Diego Souza foi expulso por reclamação), o Sport empatou com o Vasco por 1x1, na Ilha do Retiro, pela 25ª rodada do Brasileirão. Em outro lance polêmico da arbitragem, o Leão ainda teve um pênalti a favor marcado, onde o árbitro voltou atrás e gerou bastante revolta.

Com o resultado, os rubro-negros ficaram na 14ª colocação, com 30 pontos. O próximo adversário da Série A será o São Paulo, próximo domingo, no Morumbi.  

O JOGO

Diante de um bom e atuante público presente, o Sport iniciou a partida da maneira que se esperava. Com uma marcação precisa no campo de ataque, os rubro-negros pressionavam o Vasco, sem dar espaço, e chegavam forte ao ataque. Desta maneira, a primeira grande chance veio logo aos seis minutos.

Foi quando Rithely deu um lindo cruzamento para André, que, de carrinho, mandou a bola por cima do gol num chute da marca do pênalti. Pouco tempo depois, após cobrança de escanteio, o camisa 90 teve mais uma boa oportunidade de abrir o placar, numa finalização difícil.

Aos 19, no entanto, o árbitro Sandro Meira Ricci expulsou Diego Souza por reclamação e o jogo mudou de panorama. Apesar de o time rubro-negro ter continuado bem no jogo, a equipe naturalmente ficou mais exposta na defesa, até porque continuou em busca do primeiro gol na partida.

E foi justamente num contra-ataque que os cariocas abriram o placar, aos 38, com Nenê. Antes, o Leão já havia criado três boas chances de gol, duas delas em cobranças de falta. No segundo tempo, o Sport até melhorou o seu rendimento. Continuou com muita garra e chegou bastante ao ataque.

Os lances mais perigosos seguiram com finalizações de André, mas a bola teimava em não balançar as redes. Aos 24, mais um lance polêmico na partida. Mena chutou forte, a bola bateu no braço do defensor e o árbitro assinalou pênalti. Porém, acabou voltando atrás depois, para a revolta da torcida e dos jogadores leoninos.

Aos 39, a Ilha do Retiro explodiu quando André – e toda a equipe – foi recompensado com o gol de empate. Nos minutos finais, o time continuou se atirando ao ataque. O auxiliar ainda assinalou um impedimento inexistente de André, que ficaria frente a frente com o goleiro. 

do site oficial do Sport

Nenhum comentário:

Postar um comentário