sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Roberto elogia Jefferson, mas não descarta trazer goleiro


Folha PE

O Náutico só marcou um gol para derrotar o Brasil de Pelotas, na última quarta (6), na Arena de Pernambuco, pela Série B 2017. Ou melhor, marcou dois. Isso porque a defesa de Jefferson nos acréscimos da partida tem grau de importância equivalente ao tento marcado por Vinícius. A bola que o goleiro salvou com os pés assegurou os três pontos do Timbu, que chegou aos 20, diminuindo a diferença para os demais integrantes da zona de rebaixamento.

Como já era de se esperar, o técnico Roberto Fernandes salientou a boa partida do goleiro, mas não escondeu que o Timbu ainda tem planos de trazer mais um atleta da posição para o restante da temporada. 

"Jefferson é um garoto de potencial e vai errar do mesmo jeito que goleiro experiente erra. Se você já tem dificuldade de fazer com que um atleta de linha tenha ritmo de jogo, goleiro é ainda mais complicado. Mas não descartamos a vinda de mais um. Não pela questão do Jefferson, que vem dando conta do recado, mas por conta dos outros goleiros nossos. Eles são da base e dois deles disputam campeonato de juniores. Essa é a grande questão que estamos discutindo", afirmou.

Jefferson assumiu a titularidade do Náutico após a saída de Tiago Cardoso, na última rodada do primeiro turno da Segundona. O camisa 1 alegou problemas particulares e pediu para deixar o Timbu. O espaço, desde então, foi ocupado pelo prata da casa de 24 anos. Ao todo, o camisa 32 defendeu a meta alvirrubra em 11 jogos na Segundona, sofrendo 10 gols.

Nenhum comentário:

Postar um comentário