terça-feira, 5 de setembro de 2017

Argélia e Camarões estão fora da Copa; Tunísia e Egito dão passo importante


(EFE) - As seleções de Argélia e Camarões, que estiveram presentes nas duas últimas Copas, deram adeus nesta terça-feira às chances de disputarem ao Mundial de 2018, enquanto Tunísia e Egito obtiveram resultados importantes na tentativa de estarem na Rússia no ano que vem. Os argelinos, que foram eliminados pela Alemanha apenas na prorrogação nas oitavas de final no Brasil, em 2014, ainda não obtiveram uma vitória sequer no grupo B da terceira fase da classificatória africana, considerado o mais difícil do certame. Nesta terça, em pleno estádio Chahid Hamlaou, em Constantine, os chamados 'Guerreiros do Deserto' perderam para Zâmbia por 1 a 0. Daka foi o responsável por balançar a rede.

Pela mesma chave, Camarões, atual campeão continental, recebeu a Nigéria no estádio Omnisports Ahmadou-Ahidjo, em Iaundê, nesta segunda e empatou em 1 a 1. Moses Simon marcou para os 'Super Águias', e Aboubakar deixou tudo igual. Com os resultados, os nigerianos lideram o grupo, com dez pontos, três a mais que Zâmbia. Camarões, com três pontos, e Argélia, com um, já não podem alcançar os líderes. Apenas o primeiro colocado de cada chave estará na Copa. Em confronto direto pela ponta do grupo A, a Tunísia visitou a República Democrática do Congo e obteve um importante empate em 2 a 2. Assim, a campeã continental de 2004 se manteve à frente na tabela, com dez pontos, três a mais que a adversária. Pela mesma chave, na segunda-feira, a Líbia bateu Guiné por 1 a 0 em casa e somou seus três primeiros pontos nessa fase da classificatória. As duas seleções já não têm chances de obter uma vaga na Copa.

Outra seleção que, assim como a Tunísia, ficou mais perto do Mundial foi o Egito, que superou Uganda pela vantagem mínima em Alexandria, com gol de Salah. Os 'Faraós' têm agora nove pontos, dois a mais que a equipe visitante, e assumiram a liderança do grupo E. O terceiro lugar é de Gana, que goleou o Congo por 5 a 1 em Brazzaville e foi a cinco pontos. Os donos da casa continuam com apenas um. No grupo C, Costa do Marfim se complicou a perder para o Gabão por 2 a 1 como mandante. Os 'Elefantes' ainda estão no topo da tabela, mas pararam nos sete pontos, pressionados pelo Marrocos, que ficou no 0 a 0 com Mali e foi a seis, e pelos próprios gaboneses, que têm cinco. O mais embolado, no entanto, é o grupo D, pelo qual Burkina Fasso empatou com Senegal em 2 a 2 e se manteve na ponta, com seis pontos, um a mais que o rival, terceiro colocado. Entre os dois está Cabo Verde, que também foi a seis ao bater a África do Sul por 2 a 1 em Durban. Os 'Bafana Bafana' caíram para a lanterna, com quatro pontos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário