quarta-feira, 14 de junho de 2017

Waldemar Lemos deixa o Náutico e Beto Campos assume


JC Online

Waldemar Lemos não é mais o técnico do Náutico. O treinador não aguentou a pressão de oito jogos sem vitórias (cinco derrotas e três empates) e acabou sendo desligado do cargo na manhã desta quarta-feira, um dia após o revés diante do Paraná, na Arena de Pernambuco. Porém, a diretoria alvirrubra não perdeu tempo e já tem um novo nome para comandar o time no restante da Série B: Beto Campos é a bola da vez e negocia com o Timbu.

O técnico, de 52 anos, conseguiu o feito de sagrar-se campeão Gaúcho desse ano com o modesto Novo Hamburgo, derrotando na final o Internacional. Em entrevista ao repórter João Victor Amorim, da rádio Jornal, o treinador confirmou que foi procurado pelos dirigentes do Náutico. "Está bem encaminhado, mas ainda faltam alguns pequenos detalhes para acertar. Pelo que meu empresário (Cassiano Mendes) me passou seria um acerto até o final do ano", adiantou Beto.

Mesmo distante, Campos garantiu que estava acompanhando o Náutico nessa Série B e não está preocupado com a situação do time, mostrando otimismo em tirar o Timbu da zona do rebaixamento. "Vi os dois últimos jogos do Náutico. Ainda é começo de campeonato e pelo que vi nesses jogos tem condições de melhorar. Ainda estão chegando alguns jogadores. Vamos tentar acertar o quanto antes para tirar o Náutico dessa situação o mais rápido possível", falou. 

REENCONTRO 

No clube alvirrubro, o novo treinador irá reencontrar com o volante Amaral, com quem trabalhou no Novo Hamburgo e foi campeão estadual. Além do atual campeão Gaúcho, Beto comandou várias equipes do interior do Rio Grande do Sul: Cruzeiro-RS, São José-RS, Pelotas, Caxias e Passo Fundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário